PROJETOS DE EXTENSÃO

Todo o amor pelo cinema: o acervo de Cosme Alves Netto como ferramenta de educação museológica

O projeto de extensão intitulado 'Todo o amor pelo cinema: o acervo de Cosme Alves Netto como ferramenta de educação museológica' objetiva a criação de fundos para pesquisa histórica biográfica. Esses fundos são organizados a partir da experiência de triagem, organização, catalogação, digitalização e publicização dos documentos da coleção pessoal de Cosme Alves Netto, uma das mais importantes personalidades do cinema brasileiro, doado à universidade em 2018, sob a guarda do Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica (NUDOPH), vinculado ao Departamento de História/UERN ? Campus Central. O projeto é voltado à criação de uma política de conservação e de guardas de acervos pessoais com objetivo de promover: (1) um ambiente de socialização de informações de caráter histórico; (2) a profissionalização dos discentes e do público interessado no tema do patrimônio e da memória; (3) criação de fundos para estabelecimentos de museus ou centros de memória..


Recursos Educacionais Abertos (RAE) com software Inkscape

O Projeto de Extensão apresentado faz parte de um conjunto de iniciativas que visam integrar atividades de ensino, de pesquisa e de extensão. Para o semestre 2019.2 foi aprovada a Monitoria em História Medieval (PÌM - Edital no068/2019 ? PROEG) com duas participantes que já estão recebendo o treinamento para o uso do software como ferramenta auxiliar na didática diária. As discentes integradas no Projeto de Monitoria para o semestre 2019.2 serão participantes do Projeto de Extensão dividindo sua experiência com o público mais amplo na Extensão. Iniciativa similar será realizada no semestre 2020.1. para habilitar novos discentes a atuarem como facilitadores no Projeto de Extensão nos anos de 2020.2. Estas experiências estão sendo usadas para consolidar a proposta de uma disciplina na pós-graduação (Mestrado Profissional em História / PROFHistória) intitulada "Tecnologia da informação e comunicação e ensino de história", ou seja, com pesquisas que serão desenvolvidas no âmbito da PROPEG..

Memória da Água: 50 anos da CAERN nos impressos mossoroense e nas fotografias de Manuelito

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) completará 50 anos de existência em 2019. Ao longo desse período foram grandes os desafios e as iniciativas dessa empresa para conseguir criar a cobertura de atendimento hoje existente, garantindo assim o direito fundamental de acesso à água e ao saneamento básico da população norte-rio-grandense. O presente projeto pretende resgatar a memória dessa atuação, recuperando as notícias e os registros fotográficos existentes sobre a empresa na região do oeste potiguar. Nesse sentido, esse projeto recolherá informações relevantes para a estruturação de uma memória institucional a partir de produtos culturais construídos fora dos muros da empresa. Tais informações serão obtidas a partir de uma pesquisa que será efetuada nos acervos do Museu Municipal Jornalista Lauro Escóssia (MMJLE), instituição parceira desse projeto. Serão abordados dois tipos de fonte: a hemeroteca, particularmente o tradicional jornal O Mossoroense que se constituía em um dos principais veículos de comunicação do oeste potiguar, e o acervo fotográfico de Manuelito Pereira dos Santos Magalhães Benigno, conhecido como ?Manuelito?. São mais de trinta mil fotos e quarenta anos de jornais diários que serão verificados em busca de notícias e fotografias sobre a atuação da CAERN na região. Para coordenar e efetuar tal pesquisa será estabelecida uma parceria com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), através do Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica (NUDOPH) vinculado ao Departamento de História (DHi) da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais (FAFIC)..

50 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte: história e acervo

 O projeto de extensão 50 anos de Universidade do Estado do Rio Grande do Norte: história e acervo é fruto de parceria do Núcleo de Extensão - Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica (NUDOPH) - e a Pró- Reitoria de Extensão, cujo objetivo é a organização do acervo institucional a partir da catalogação, digitalização e publicização de acervos da UERN que estão sob guarda do (NUDOPH) sem condições de consulta pela comunidade acadêmica e geral. A partir desse projeto o citado núcleo pretende criar as condições para subsidiar os trabalhos das demais instâncias institucionais com informações relevantes sobre a história da universidade, assim como preparar os/as participantes nas atividades de guarda, conservação e pesquisa..

Ainda Educando: o acervo do Reitor João Batista Cascudo como ferramenta de oficina e memória da educação no Rio Grande do Norte

 O projeto de extensão intitulado 'Ainda educando: o acervo do Reitor João Batista Cascudo como ferramenta de oficinas e memória da educação do Rio Grande do Norte' objetiva a criação de fundos para pesquisa histórica. Esses fundos são organizados a partir da experiência de catalogação, digitalização e publicização documentos da coleção pessoal do primeiro Reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, João Batista Cascudo, doado à universidade em 2016, sob a guarda do Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica (NUDOPH), vinculado ao Departamento de História/UERN - Campus Central. O projeto é voltado à criação de uma política de conservação e de guardas de documentos da UERN com objetivo de promover: (1) um ambiente de socialização de informações de caráter histórico; (2) a profissionalização dos discentes e do público interessado no tema do patrimônio e da memória..

© 2020 por Carlos Eduardo Martins Torcato. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now